domingo, 6 de junho de 2010

Transferindo meus bebês...


segundo dia...  quinta-feira dia 20/05

uma correria... meus babys pioraram... não respiravam direito,
isso causou hipertensão pulmonar, o estado deles começou a se agravar, improvisaram uns tubos para ajudar na respiração dos meus meninos..., então viram que ali naquele hospital que não tinha recursos não daria jeito no problema... resolveram transferir eles para uma unidade UTI Neonatal, mais só tinha uma vaga para o Deivid em Cabo Frio, ele ia ser transferido no dia seguinte de manhã, eu orei, clamei ao Senhor para conseguir uma vaga para o Gabriel também..
Mais Deus entrou com providência e garantiu duas vagas no hospital e clínica de são Gonçalo-RJ para os meus dois bebês

Terceiro dia.. sexta-feira dia 21/05

Meu mundinho desabou quando tive que assinar a carta de transferência.. desabei a chorar!!!
Eu não podia ir junto com eles.. isso me deixava angustiada, preocupada, desamparada..
A ambulância do SAMU chegou por volta de 15 horas da tarde para buscar meus babys..
eu fui chamada para ver meus bebês antes de transferí-los.. ví os enfermeiros do Corpo de Bombeiros entubando o Gabriel as pressas, afinal havia apenas uma UTI Neonatal, O Deivid foi entubado com um respirador manual que foi emprestado pela doutora Giovana Abib que passava pelo local e quis ajudar.. agradeço muito a ela por isso.. até porque foi um grave erro o hospital de Bom Jardim não avisar a UTI que a transfêrencia seria para dois bebês..
senti um pouquinho de medo...
a pediatra do SAMU me fez várias perguntas sobre minha gestação e pegou alguns dados,
ela deixou bem claro que poderia haver uma parada respiratória no caminho.. mais disse que nunca tinha perdido nenhuma criança durante todo seu trabalho, isso me dava esperança...
Por volta das seis horas da tarde eles deixaram o hospital de Bom Jardim..
foi muito difícil pra mim ver eles saírem todo cheio de aparelhos ...
como eu choreiiiiii....
fiquei muito mal... mais estava um pouco aliviada sabendo que iriam para um lugar melhor!!!
em seguida tive alta do hospital, fui pra casa naquela mesma noite ...
eu liguei para a UTI Neonatal  para saber se eles tinham chegado bem..
a notícia não foi boa..
a pediatra da UTI disse que eles estavam em estado gravíssimo e que tiveram que usar adrenalina para manter o batimento cardíaco..
ela foi muito sincera comigo, pediu alguns dados e número pra contato pois a qualquer momento meus bebês poderiam entrar em óbito..
eles pediram que eu fosse até a clínica pessoalmente para poder conversar comigo..
quando desliguei o telefone eu quase enlouqueci.. entrei em desespero, eu estava sozinha na minha casa, eu não queria falar com ninguém..
liguei para meu esposo que estava no Rio Grande do Sul, contei tudo pra ele, pedi que ele viesse para poder me levar até a clínica onde meus babys estavam, era muito longe, eu não sabia chegar até lá sozinha, e eu não queria ir lá sozinha...  então ele veio de avião no sábado, chegou por volta de 14 horas, mais eu começei a passar mal e fui pro hospital... minha pressão subiu muito e eu não pude viajar, esperei até domingo para viajar.. sentia muita dor na cirurgia.. mais eu aguentava, queria ver meus bebês... e eu tive tanta fé de que tudo ia dar certo.. eu disse pra Deus de que não ia largar minhas benção.. eu não ia aceitar perder meus filhos.. fiquei muito confiante de que tudo ia dar certo, eu poderia ouvir o que fosse.. mais ia manter minha fé!!!



Um comentário:

  1. Mary, em nome de Jesus seus bebês sairam dessa e terão muito história pra contar!!! Vou orar muito por vocÊs e espero que a próxima postagem seja de Vitória!

    ResponderExcluir

 
© Layout by Marilha 2012-Marilha Freitas. Exclusivo